Tecnologia em condomínios

Compartilhe

Pin It

Automação predial quer deixar condomínios mais eficientes energeticamente

Automação predial torna condomínios mais eficientes

Projetos auxiliam gestão, controle e economia do prédio

Imagine controlar seu condomínio com um toque no celular? Há um tempo atrás isso parecia loucura, mas com o avanço da tecnologia hoje isso já é possível. Os projetos de automação predial são desenvolvidos para trazer conforto, segurança, economia e principalmente controle sobre a estrutura e equipamentos do edifício. Como os condomínios funcionam como pequenas comunidades é crucial manter tudo funcionando 100% e a automação nada mais é do que um sistema que mantém o funcionamento em dia de forma automática.

A otimização dos recursos serve para melhorar a qualidade de vida por meio de vários benefícios tanto para os moradores como para as demais pessoas que frequentam e trabalham no condomínio. Muitos problemas são evitados quando o edifício investe neste tipo de tecnologia, responsável por monitorar todas as áreas comuns e de abastecimento, com o acompanhamento do síndicos, da administradora e dos gerentes prediais.

As soluções normalmente se adequam ao perfil do prédio, porém seguem um conceito básico que é controlar, monitorar e tornar a edificação mais segura. Os sensores conseguem captar dados em tempo real e emitir alertas quando há algum perigo ou não conformidade. O acionamento pode controlar por exemplo o ar-condicionado das áreas comuns, a abertura de portões e portas, iluminação, gestão hídrica, irrigação dos jardins, alarmes de segurança, gestão de energia, etc. E tudo é feito de forma remota.

A equipe de automação predial da BRCondos têm avançado em vários estudos com a implantação de tecnologias para a eficiência dos condomínios gerenciados. Alguns condomínios já usufruem destes mecanismos como é o caso da medição de água à distância que envia os dados via internet. Assim o morador pode visualizar os gastos durante o mês, economizar e até mesmo saber se existe algum vazamento hídrico no apartamento ou casa.

Conheça outros recursos que serão implementados!

  • Iluminação: é possível saber se as luzes estão acessas e apagar remotamente, evitando o desperdício de energia.
  • Porta: a abertura e o fechamento das portas pode ser feito de forma automática sem a necessidade de deslocamento, mantendo assim a segurança de todos.
  • Portão: programa a abertura e o fechamento dos portões, com recebimento de alertas caso fiquem abertos por muito tempo.
  • Caixa D’Água/Cisterna: faz o controle o nível da caixa d’água e cisterna pela internet para previnir vazamentos e evitar a falta de água no condomínio.
  • Sensor de ruído: reconhece a origem do ruído de modo preciso por meio de sensores automáticos para conhecimento do local do barulho e demais informações.
  • Autoteste: monitoramento da rotina de funcionamento de toda edificação, prevenindo eventuais falhas e danos na estrutura e em equipamentos.

Fonte: Síndico Net

*Rodrigo Karpat é advogado especialista em Direito Imobiliário, consultor em condomínios e sócio do Karpat Sociedade de Advogados. Advogado militante na área cível há mais de 10 anos, referência em direito imobiliário e questões condominiais. É frequentemente solicitado entre os meios jornalísticos e ministra palestras por todo o Brasil.

Compartilhe

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *