Brigas e discussões em assembleias

Compartilhe

Pin It

Dicas sobre como lidar e evitar situações de atrito

  • O Presidente da Mesa deve sempre evitar que discussões se acalorem, pois isso pode travar a pauta da assembleia ou até mesmo agravar problemas menores.
  • Um dos recursos para tanto é limitar uso da palavra, e também determinar o horário e a duração da assembleia, antes mesmo que ela comece.
  • Para evitar a inversão de pauta, o presidente não deve deixar que pessoas se manifestem sobre assuntos que não estão previstos. Se houver insistência, o melhor é jogar o assunto para o final da reunião.
  • Quando quiser limitar a pauta, o presidente pode até não colocar na pauta do dia problemas individuais, destinando a assembleia exclusivamente a assuntos de ordem geral.
  • Assuntos importantes, como a aprovação de obras de fachada, por exemplo, não devem ser aprovados se não constarem na ordem do dia. Se a discussão surgir, esses tópicos podem constar na ata e merecer atenção em uma próxima assembleia.
  • Evitar registrar explicitamente em ata qualquer problema ou situação que cause constrangimento a um condômino. Conflitos devem ser registrados em ata, mas sem expor nenhuma pessoa ao ridículo.
  • Dar andamento objetivo à assembleia é a melhor maneira de evitar climas agressivos.
  • Em uma assembleia, os condôminos muitas vezes sabem quem pode ou não conturbar. É importante identificar antes quem costuma agredir ou ofender os demais. Não pode deixar essa pessoa “crescer”.
  • Se a reunião prevê a análise de ponto polêmico, como regulamentos e convenção, é aconselhável encaminhar o assunto aos condôminos com antecedência.
  • Alguns mecanismos podem facilitar o andamento e a organização da assembleia antes mesmo que ela aconteça, como um livro para o registro de queixas, por exemplo.
  • Conversas entre os condôminos que tenham um conflito entre si, mediadas pelo síndico, podem evitar que esses problemas cheguem à reunião do condomínio.

Fonte: Sindico Net

*Rodrigo Karpat é advogado especialista em Direito Imobiliário, consultor em condomínios e sócio do Karpat Sociedade de Advogados. Advogado militante na área cível há mais de 10 anos, referência em direito imobiliário e questões condominiais. É frequentemente solicitado entre os meios jornalísticos e ministra palestras por todo o Brasil.

Compartilhe

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *